Minha história

Antes de conhecer a minha carreira, você precisa desvendar a minha história de vida - que tenho muito orgulho em contar, pois foi a partir dela que me tornei quem eu sou.

Aos 5 anos, fui morar em uma comunidade no Rio de Janeiro, junto de meus avós e meus pais. Filha única até então, passei a dividir tudo o que era meu com meus primos, tios e todos que frequentavam a casa. Durante esse tempo, me senti sem privacidade e sem um espaço que pudesse chamar de meu.

Meus pais trabalhavam muito para pagar minha escola e manter nossa família, que havia aumentado. Foi quando comecei a fazer Karatê com a ajuda do meu padrinho, que era o sansei. Sem dúvidas, foi ali que aprendi a ter disciplina; ter garra de vencer; entender que, para ganhar, precisamos antes perder; e comemorar cada pequeno passo dado em detrimento do objetivo. 

Ele faleceu quando eu tinha 14 anos e, até hoje, sinto sua falta. Afinal, era uma pessoa que eu respeitava e admirava demais. Ainda assim, seus ensinamentos sempre serão levados em meu coração. Principalmente porque aquela era uma fase muito difícil.

Fui daquelas adolecentes “rebelde sem causa”, brigava, matava aulas, colava muito e vivia tomando advertências. Tudo isso não era saudável e eu entendi que havia chegado a hora de transformar a minha história. Eu precisa mudar, devia esse desafio a mim mesma.

Meu pai passou por muitos empregos e por muitas lutas em sua vida, tal qual minha mãe. Hoje, ela é auxiliar contábil. Ele, por sua vez, é motorista de aplicativo. Nada jamais veio de mãos beijadas para nós e, justamente por essa razão, valorizo todos os esforços que fizeram.

Apesar de vivermos em uma comunidade, a realidade era bem diferente do que escutamos na TV. E, mesmo assim, eu tinha uma urgência dentro de mim de sair daquele local e retribuir aos meus pais e meu padrinho por todo o investimento (seja ele financeiro ou emocional) que recebi.

Foi assim que, em 2009, comecei a trabalhar. Servia café em mercado, me vestia de pato na propaganda da SC Johnson, atuei como Mulher Maravilha em festas. Fiz tudo! Até que consegui finalizar os estudos, em 2016, e assisti a uma palestra que mudou verdadeiramente a minha vida.

Nela, escutei a seguinte pergunta: “Qual seria meu legado se você morresse agora?”. Tive uma sensação de irrelevância. Fiquei pensando por três dias seguidos e concluí que não vim aqui a passeio, mas, sim, para deixar uma marca na vida das pessoas. Eu precisava fazer isso!

Naquela época, no quesito profissional, eu estava trabalhando com algo que não gostava. Apesar de estar crescendo na profissão, eu seguia acreditando que nada fazia sentido. Foi quando percebi que precisava mudar de carreira e fazer algo que realmente pudesse ajudar aos demais, que colocasse meu objetivo em prática.

E é incrível perceber que, quando você resolve mudar e ser você plenamente, o mundo também se alinha para te receber e te ajudar. Foi perfeito. Comecei a estagiar na área de Recursos Humanos e, por mais que naquele momento precisasse conciliar dois trabalhos e faculdade, tudo aquilo era mais do que empolgante para mim.

Passei por situações inusitadas de dificuldade. Descobri que era diabética tipo 1 aos meus 22 anos  e, ainda assim, consegui me superar em cada detalhe. Meus sonhos eram algo engraçado para a minha família, completamente inviável para a nossa realidade, mas realizei cada um deles - por mais bobos que possam parecer para você.

Conheci Paris, em 2015; passei o Natal e o Ano Novo de 2016 em Nova York; e conheci o Valle Nevado, no Chile, em 2018. Acha que vou parar por aqui? Não mesmo. Eu sempre fui muito determinada e acreditava que, se os outros conseguiram, eu também conseguiria. E esta é a minha linha de pensamento até hoje.

Quando comecei a trabalhar em eventos e conviver com pessoas de poder aquisitivo alto, percebi alguns comportamentos em comum, comecei a praticar e vi que estava dando certo. Hoje, com estudo, entendo as "técnicas" e decidi colocá-las no meu dia a dia, além de ensiná-las para vocês.

Há nove anos, me dedico à área de Recursos Humanos, estudando o comportamento e, principalmente, o desenvolvimento dos indivíduos em suas próprias jornadas. Mas, sabe aquele incômodo de que ainda preciso fazer algo relevante na vida de alguém? 

O meu grande sonho - acho até que é o maior de todos - é transformar o mundo ao meu redor fazendo com que as pessoas confiem em seus potenciais e possam ser reconhecidas na carreira que sonharam. É ajudá-las a viver o sucesso profissional com paixão e plenitude, de forma enérgica e verdadeira. 

Quando acreditamos em nós e aceitamos que também precisamos nos desenvolver, conseguimos transformar nossas vidas - e eu quero isso para você também. Dezenas de profissionais já melhoraram suas carreiras com a minha ajuda. Venha conversar comigo e descobrir como posso te auxiliar a ter uma história como a minha e superar cada desafio.

Saiba mais

contato@rayaneborges.com

Pague como quiser

Cartões de crédito ou à vista

Compre com segurança

Seus dados sempre protegidos